Esparta

Esparta: Economia, turismo, democracia, cultura e curiosidades Galeria

Esparta: Economia, turismo, democracia, cultura e curiosidadesEsparta é uma pequena cidade da Grécia, com cerca de cem mil habitantes, que está localizada no sudeste da zona do Peleponeso (uma península situada no sul da parte continental da Grécia), e que é a capital da “prefeitura” ou “departamento” da Lacónia.

A cidade atual está construída a norte das ruínas da antiga “cidade-estado” da Grécia antiga, na margem do rio Eurotas.

Para chegar a Esparta, deve voar até Atenas, a capital da Grécia, daqui voar para Corinto (uma cidade do Peloponoso) onde pode alugar um automóvel, e dirigir para Esparta cerca de 135 km.

A imagem mostra uma vista do centro da atual cidade de Esparta.

História de Esparta na Grécia antiga

História de Esparta na Grécia antiga

A fundação de Esparta aconteceu em meados do século IX a.C., com a entrada dos Dóricos na região da Lacónia.

Os Dóricos eram uma das trêm mais importantes tribos dos antigos gregos, que na “Odisseia” de Homero são referidos como habitantes da ilha de Creta.

Desde sempre Esparta teve uma relação conflituosa com Atenas, a sua grande rival, que haveria de vencer no século IV a.C., no terceiro período da Guerra do Peleponeso, tornando-se a potência dominante, até à conquista da Grécia pelo Império Romano

Economia de Esparta

Economia de Esparta

Nos tempos da Grécia antiga a economia de Esparta baseava-se no cultivo de cereais, vinha e oliveiras, culturas tipicamente mediterrânicas, e na extração de minerais como o manganês.

Nos dias de hoje a economia de Esparta continua a basear-se na agricultura mediterrânica, como a oliveira e os citrinos

Esparta é o principal produtor de laranjas da Grécia.

Política e democracia em Esparta

Política e democracia em Esparta

A democracia na cidade-estado de Esparta não tem tradições, não só porque a sociedade estava completamente estratificada, mas também porque a prioridade era a educação guerreira da sua mocidade, em particular dos mancebos, ensinando-os a serem obedientes à lei e às autoridades.

Politicamente a organização de Esparta foi estabelecida por Licurgo, que estabeleceu a sua Constituição, conhecida como a Grande Retra (a Lei). Essa organização baseava-se nos seguintes órgãos.

- A “Diarquia”, que consistia na governação por dois reis, pertencentes a duas famílias da cidade-estado, sendo o poder transmitido hereditariamente.

- A “Gerúsia”, que era o conselho consultivo dos reis, e formada apenas por homens, com mais de sessenta anos, e eleitos pela “Ápela”.

- A “Ápela”, que era a assembleia formada por todos os cidadãos jónicos, e que decidia sobre a política e os assuntos administrativos.

- Os “Éforos”, cinco antigos oficiais espartanos, eleitos cada ano pela “Ápela”, que fiscalizando toda a vida pública, incluindo os atos dos reis, eram os verdadeiros governantes de Esparta.

A sociedade estava organizada em três grupos sociais:

- Os “Esparciatas”, a que pertenciam todos os filhos de pai e mãe espartanos, que tivessem recebido a educação tradicional (a educação espartana) e que constituía o único grupo com direitos políticos.

- Os “Periecos”, que formavam o grupo dos habitantes das cidades periféricas, descendentes dos povos conquistados pelos Espartanos, e que embora fossem livres, não tinham direitos políticos e tinham que pagar imposto.

- Os “Hilotas”, ou servos, que trabalhavam a terra e eram explorados pelos Espartanos, a quem tinham de entregar metade das colheitas.

A educação dos Espartanos, rapazes e raparigas, era uma obrigação do governo, a quem as crianças pertenciam desde a nascença. Esta educação estava totalmente virada para a guerra e a segurança da cidade.

Enquanto os rapazes se treinavam nas lutas corpo-a-corpo, as raparigas treinavam o arco e a flecha.

Era uma educação muito rigorosa, derivando daí a atual expressão “educação espartana”.

Cultura em Esparta

Contrariamente a Atenas, a cidade-estado rival, Esparta nunca se destacou culturalmente, uma vez que a sua sociedade sempre esteve orientada para a formação de guerreiros fortes e corajosos.

Turismo em EspartaRISMO EM ESPARTA

Em Esparta e nos seus arredores poderá visitar Mystras, Menelaion, a Acrópole e o Antigo Teatro, o Museu de Arqueologia, o Templo de Artemisa Ortia e o Museu da Azeitona e do Azeite.

Em Mystras poderá ver as ruínas de uma antiga cidade e fortaleza bizantina.

Em Menelaion encontrará as ruínas micénicas de um lugar dedicado ao herói mitológico Menelau, marido de Helena, que causou a Guerra de Tróia.

O Museu Arqueológico e a Acrópole, rodeada de muralhas bizantinas, estão situados no centro da cidade.

Lojas que você vai gostar
  • C&A
Mais artigos como este
Discussão
blog comments powered by Disqus
Outros estão lendo no momento
Cupons e descontos
  • Cupom 5% de desconto extra em Todo o site!
    Mostrar cupom

    TIPJW-D5D8D-C2B75

    Copiar código

    Válido até 02.09.2014 | Ver detalhes | Veja todos os cupons de desconto de Hotel Urbano

    Cupom 5% de desconto extra em Todo o site! Insira o cupom no carrinho de compras. É necessário fazer o login antes.

  • Cupom de R$ 50 de desconto em todas as compras!
    Mostrar cupom

    cuponsmagicos

    Copiar código

    Válido até 01.09.2014 | Ver detalhes | Veja todos os cupons de desconto de Azul

    Aproveite R$ 50 de desconto na compra de qualquer viagem com a Azul. Insira o cupom no campo indicado no carrinho de compras antes de finalizar a compra.