Dia do livro: infantil no Brasil

Dia do livro: infantil no Brasil Galeria


Foi instituído, em 2002, pelo presidente Fernando Henrique Cardoso, que dia 18 de abril é o Dia Nacional do Livro Infantil. A data foi escolhida a partir do aniversário do famoso escritor infantil Monteiro Lobato, que nos trouxe as conhecidas histórias do Sítio do Picapau Amarelo, obra infantil de proporções épicas: diversos livros, diversas histórias e diversos personagens que resgatavam o folclore e os costumes antigos brasileiros, introduzindo a criança neste universo e a levando a conhecer o Brasil. Com O Sítio, Lobato marcou inúmeras gerações e revolucionou a educação infantil nacional.

Brasil e Literatura Infantil

Brasil e Literatura Infantil

Monteiro Lobato acreditava que um país é construído por indivíduos e por livros, tal era a força em sua crença de que só com a leitura o cidadão pode se construir plenamente. É este o cerne do Dia Nacional do Livro Infantil - reforçar que a leitura, enquanto hábito edificador, deve ser incentivada e cultivada desde a infância. Monteiro Lobato não só se dedicou à histórias infantis que mesclam o universo da criança com a cultura popular brasileira, mas também elaborou inúmeras fusões entre a literatura e o ensino, como é o caso do livro "Emília no País da Gramática". Neste livro, a boneca de pano viaja para este lugar inusitado e aprende sobre verbos, adjetivos, substantivos e muitas outras nomenclaturas gramaticais, levando junto o leitor que, junto a ela, aprende sobre a gramática normativa do português brasileiro.
Os livros infantis são essenciais para a formação de indivíduos em uma sociedade. Não só contam, em linguagem adequada ao seu público, histórias fantásticas e imaginativas, como sempre trazem para a criança uma perspectiva diferente do mundo e da sociedade em que vivem. No caso de Lobato, o folclore brasileiro tem papel central, mostrando à criança lendas e mitos próprios de seu país e, dessa forma, conhecimento não só literário, mas também histórico. Muito mais do que um mero passatempo, o hábito da leitura traz ao indivíduo a construção de senso crítico, expandindo as fronteiras da imaginação e dando imensa capacidade de análise discursiva - de maneira que o leitor é apto a interpretar diferentes discursos de forma eficaz e correta.

Literatura infantil: herança e novos autores

O Dia Nacional do Livro Infantil foi criando para nos lembrar a todos que devemos atentar sempre para a importância de transmitir às novas gerações o conhecimento e o incentivo à fantasia que a literatura pode trazer. Neste dia, devem ser comemorados e lidos não só Monteiro Lobato, mas escritores como Ruth Rocha, Ziraldo, Cecília Meireles e tantos outros escritores e poetas que se dedicaram ou se dedicam até hoje a construção de uma literatura infantil rica em imaginação, linguagem e Brasil.

Mais artigos como este
Discussão
blog comments powered by Disqus
Outros estão lendo no momento