Contrato de Locação de imovel: Simples, Comercial, Residencial e Mais

Contrato de Locação de imovel: Simples, Comercial, Residencial e Mais Galeria



O contrato de locação de imovel, são vínculos jurídicos, apareceram em nossa cultura para firmar um direito e/ou dever dentre as pessoas que fazem esse acordo. Normalmente são feitos entre duas pessoas, determinadas principais, para que não se perda a idéia desse vínculo.

Contrato de locação de imovel: O que é?

O contrato de locação de imóvel é um acordo feito entre um locador (dono do imóvel) e um locatário (pessoa que deseja alugar o espaço). Ele deve ser feito de acordo com as leis brasileiras, que determinam que tudo acordado deve estar escrito em cláusulas no papel.
O imóvel deve estar descrito com o seu tipo, a área útil, a quantidade de quartos, banheiros e garagem (se possuir). Além disso, deve conter a sua localização com a rua ou avenida, bairro, cidade, estado e o CEP.

Contrato de locação de imovel: Como é feito?

O contrato de locação de imovel simples é montado com os dados acima citados, e disposto da seguinte forma: nome do locador e seus dados (com endereço e RG), logo mais os dados do locatário com as mesmas informações. É importante que nesse caso, defina-se a data do pagamento do aluguel, juntamente com o prazo de locação.

Muitos imóveis necessitam de um fiador, seguro fiança ou um cheque caução. Na primeira forma, uma pessoa fica responsável pelo pagamento das parcelas caso o locatário não consiga fazer o pagamento. É importante citar que muitos contratos não aceitam pessoas da família, como pai e mãe. O seguro fiança, por sua vez, é feito geralmente pela Caixa econômica federal, onde o locatário contrata esse serviço para fazer o papel que seria de um fiador (só que no caso, fica devendo-se a Caixa). E por último, o cheque calção é pouco usado, mas utiliza-se geralmente para cobrir 3 meses do aluguel e pode ser utilizado quando uma ou mais parcelas não forem pagas.
Todos esses processos tornam o contrato mais conciso e certo para ambas as partes.

É necessário também, reconhecer as firmas em cartório de cada uma das partes, dispondo da seguinte forma: o contrato do locador terá o reconhecimento da firma do locatário e o contrato do locatário terá a firma reconhecida do locador. É mais barato devido às altas taxas do governo.

As outras formas de contrato, como o comercial por exemplo, necessitam das mesmas informações e fiadores que um contrato de imóvel simples. A única diferença para esse tipo de acordo, é que é necessário descrever que tipo de comércio será realizado no local, muitas vezes apresentando o alvará de alvará de funcionamento.

Mais artigos como este
Discussão
blog comments powered by Disqus
Outros estão lendo no momento